Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Incansável interrogaçao (?)


A dúvida me persegue
não sei com que intenção
sempre me aparece
com sua incasável interrogação

Na manhã nublada
na tarde ensolarada
Na noite escura
na madrugada sem ternura.

Na simples escolha de viver,
na pergunta dificil,
no "ser ou não ser".

São tantos questionamentos,
nunca sei o que fazer,
deixo a questão divagar?
ou tento responder?

Continuo o poema ,
ou acabo por aqui?
não sei...
ainda vou decidir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ninguém é autossuficiente de pensamento.