Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

sábado, 8 de janeiro de 2011

Sem

Cem pernas amputadas em acidentes de velocípede
Cem dentes cariados de crianças que não comem nada
Cem tristezas cicatrizadas com mágoas guardadas
Cem misturas homogêneas de dois elementos iguais
Cem espetáculos com finais felizes e beijos apaixonados
Cem inspirações exclarecedoras para poemas complicadores
Cem medos comuns na nossa sociedade secreta
Cem estranhos falando comigo e tentando me sequestrar
Cem pessoas falando com você, comigo e com mais cem pessoas
Cem aspas para meus textos e piadas irônicos e infames
Cem vezes repetidamente loucas, mas nenhuma igual a primeira
Cem voltas no carrocel dourado com cavalo azul marinho
Cem números de telefones escritos num guardanapo que vai acabar ensopado no bolso da calça jeans
Cem filas de cinema sem um filme pra assistir
Cem ressentimentos de um casamento terminado precipitadamente
Cem poemas bregas para milhões de leitores lerdos

Um comentário:

  1. Com muita história para contar.

    Feliz domingo e ótima semana!

    Abraço!

    ResponderExcluir

Ninguém é autossuficiente de pensamento.