Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Testamento

Deixo meu legado
Deixo minha dor
Deixo tudo que não passou de desejos
Deixo o nada que tenho
Deixo você ler meu testamento
Deixo tudo que não passou de desejos
Deixo à minha mulher
as contas à pagar
Deixo aos meus filhos
a vergonha de ter tido um pai alcoólatra
Deixo à minha mãe
a saudade do único filho
Deixo à todos
a saudade de minha partida
Deixo essa droga de morte
e vou viver a minha vida

2 comentários:

  1. muito bom.

    "Deixo essa droga de morte
    e vou viver a minha vida " a melhor parte...



    http://blogdokiraa.blogspot.com/

    Humor, críticas, poemas e poesias. Sempre profundo e com animção.
    Sigam e comentem.

    ResponderExcluir

Ninguém é autossuficiente de pensamento.