Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Um Soneto de Amor

Que seja infinito
o teu riso mais puro
o meu beijo mais escuro
o soneto mais bonito

Que seja eterno 
o sol de todo verão
As folhas que ainda cairão
As chuvas de nosso inverno

As flores de todas as primaveras 
És tu as minhas ciências 
todas minhas canções

Que nossas vidas sejam eternas 
nesse mundo de reticências 
somos duas interrogações





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ninguém é autossuficiente de pensamento.