Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

combler avéc coeur

Quando o sol cai
eu te vejo, melancólica
sentada nas pequenas pedras
que adentram no mar verde
olhando para o mar
Caçando o brilho das estrelas
no reflexo das gotas d'água

E eu com um só
dos tantos pequenos grãos de areia
Construo uma grande ponte
entre mim e você
Ponte, poente
Eu me vejo com você
Ponte , Ponte
Dos meus olhos para os seus

Não tenha medo
Quando ver meu corpo caindo
Nadando sem forças na água
Pois nós vamos brincar, nós vamos
nós vamos dançar, na água escura
em meio as bolhas
dos peixes ofegantes

Não tenha medo
quando ficar sozinha
Pois num futuro próximo
nós seremos um
talvez um pequeno grão de areia
que voa com o vento
que voa como eu

Eu,
que mesmo caindo
guardo as últimas palavras
para o teu pequeno ouvido

Não chores
quando suicidar-me
na ponte que eu mesmo construí

Venha e voe comigo
para juntos morrermos
de mãos seladas e sorrindo
Numa tarde de sol poente
Nas águas, que correm frias
 sob as luzes da ponte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ninguém é autossuficiente de pensamento.