Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

guarda-roupas

ponho a pá em seu lugar
em descanso, meus braços doem.
parece que encontrei
um lugar confortável.
depois de tudo,
é engraçado pensar
que eu mesmo caminhei
e que cheguei aqui
com minhas pernas,
apesar de doentes,
apesar de cansadas e
tudo mais.
linhas e páginas
me aquecem
no frio
na  verdade cheguei em algum lugar.

olha, que surpreendente!
não tem nada por perto.
não tem cheiros inesquecíveis,
beijos de bom dia ou planos
para o futuro.
não escolhi as flores
ou a cor da gravata.
parece que o correio
sempre funcionou,
apesar dos mensageiros
terem sido quem foram.
parece que eu cavei, Liesel.
Parece que toda companhia é
válida e mensurável.

Um comentário:

  1. Enterrar um amor é a coisa mais triste em consequencia da morte do amor.

    ResponderExcluir

Ninguém é autossuficiente de pensamento.