Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

The Edge.


Espero a vida. Ela não vem. Ela deve ter outros compromissos mais importantes. Estou sentado num canteiro entre a vida e a morte, ali , perto da esquina da Rua da Desilusão com a Rua da Angústia. Provavelmente você não sabe onde fica,mas eu sei, frequentemente estou aqui.

A poucos passos do precipício , a adrenalina é intensa, tremor nas pernas, gosto estranho na boca. A vida passa como um filme, tudo em fração de segundos, talvez não irá valer a pena, volto para a minha poltrona, escancaro a boca, e espero o fim, ou o começo. Espero esperençoso.

Chega a hora. Agora o arrependimento não vale mais nada. Nada vale nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ninguém é autossuficiente de pensamento.