Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Nobremente

Deita
o copo
na pia
e deixa jorrar esse álcool
que corre em tuas veias
Deita
teu pé no chão
e acelera até os canaviais
quando voltares
estarás doce
Deita
teus sonhos na cama
Deita teu corpo
na fogueira
e deixar queimar
até o cheiro doce
exalar
até queimar
o copo
o pé
e teus sonhos
Deita na cama
e
Apague a chama
que te ama
e
te consome
que te fez homem
Fritou o peixe
quando teve fome
Vai
Nadar
afogar as mágoas
confundindo o mar
com tuas lágrimas
Descobre-te
e veja
quão grande é tua lástima
Navega até encontrar-se
numa ilha
que chamam
nobremente
de poesia

Um comentário:

Ninguém é autossuficiente de pensamento.