Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

chuva(?)

Os céus descarregam-se
arriando rios em gotas
na chuva, banho-me
despido de qualquer roupa
Lavo meus pecados
nas ilusões da tempestade
enquanto o coração encharcado
completa-se de felicidade

Tempestade descarrega-se
enquanto a flor vai alimentando-se
o vazio encharcando-se
e continuo banhando-me

Os céu arriando rios
eu lavo meu coração
nesses invernos frios

choverá
choverá
choveu

Um comentário:

  1. Que bela poesia, a chuva nos traz sensações maravilhosas. Purifica qualquer mente! :)
    Abraços.

    ResponderExcluir

Ninguém é autossuficiente de pensamento.