Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

domingo, 21 de agosto de 2011

O pó e o vento

Desértico
Assim me vejo
e não pretendo mudar
assim me sinto
Desértico
Seco, quente
assim me vejo

Vermelho e intenso
Desértico e silencioso
Ferido, fogo
Solitário e caviloso

Desértico
para todos
para mim
Sou o maior de todos
Assim como o menor
Mas desértico

Sou o pó e o vento
O calor e o cemitério

Sou deserto
e nada mais

Onde estão os oásis?
Onde está o amor?
Nas pegadas deste deserto?
As miragens deste deserto
são desertos

Sou deserto
e nada mais

















Deserto

Um comentário:

  1. Olá e ai como vai?
    Adorei o texto.
    É triste mas um dia todos nós somos meio desérticos.

    Abraços parceiro e uma ótima semana
    ...............................
    RIMAS DO PRETO

    ResponderExcluir

Ninguém é autossuficiente de pensamento.