Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Sábado incógnito

Hoje eu perdi algumas feridas
ando atrás de mares e revoltas
hoje perdi as linhas de costura
e os pontos revoltos no meu braço
O peso em minhas pernas
no meu pescoço
nas costas
mas o dia compensou.
Está pesado em minha memória.

quase chorei ao sol
senti saudades na sombra
faz tempo que não a vejo
eu vi ela
hoje

Eu escrevo
perco tudo
mas cumpro
promessas

2 comentários:

  1. Se cumpre as promessas, então nem tudo está perdido... Eu creio!!!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Oi, João! Cumprir promessas é nobre e raro, também cumpro minhas promessas. Só abro mão delas quando o amor fala mais alto. Lindo texto, um abraço!

    ResponderExcluir

Ninguém é autossuficiente de pensamento.