Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

quarta-feira, 18 de janeiro

em momentos dispersos
eu vejo meus segundos se perdendo
em pedaços
que quando quebram
ficam tão distantes

                     -que nem sei-

são cacos negros
e carcomidos pelo tempo
coberto por fungos
por sangue
e por olhares
que às vezes
cortam mais que os próprios cacos

Corto os rios
cortes rasos e vasos
me corto
às vezes
mais que os cacos

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. o tempo em todas as suas nuances.
    corre, passa, destila, flutua.
    a velhice. a corrida.

    temo perder os sentidos, a ideias, a paixão. por que tempo é o unico que corrói sem ser corroído.

    e que será de nós depois quando nosso tempo enfim passar?

    ResponderExcluir

Ninguém é autossuficiente de pensamento.