Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

biblioteca de mentiras

acabo  de ver uma morte
e ela não foi nada bonita
muito sangue
muita dor
não se ouviu nada
ninguém viu nada
todo mundo agindo
com se nada tivesse acontecido
um massacre acontecendo
debaixo dos nossos olhos
e a gente virando os olhos
para os assassinatos
de mosquitos

_____________________


no meio de pessoas ruins
e de lutas e glórias
eu levanto minha bandeira

balanço o tecido branco
e declaro
com orgulho
minha nacionalidade

Um comentário:

  1. Faz parte. Para não se machucar, as pessoas viram os olhos para algo que as agradem mais.

    Você disse que eu poderia interpretar como eu quisesse, mas eu quero entender o que você quis dizer com estes versos. Não é fácil para mim.

    ResponderExcluir

Ninguém é autossuficiente de pensamento.