Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

disparo.

Nós caminhamos demais.
nos fins de tarde, com nossos tênis,
nossas garrafas de água.
A vontade de perder peso, talvez

Nós caminhamos demais
e não encontramos as pedras
no meio do caminho,
para construir um lar
num futuro distante.

Nós corremos demais.
Pisamos fundo demais no acelerador.
Ponho o dedo na minha própria dor.

Se eu tivesse uma metralhadora,
mataria meio mundo,
mas não tenho nada,
apenas meus versos.
Vou tentar ao menos
cortar alguém com minha palavra.

Nós caminhamos demais
e não achamos as pedras.
Caminhamos para o nada
solitários e vazios.

Faz frio, sinto saudade.
Sinto falta de cabelos, peitos, paz.

Não tenho olhos
para encarar este sol
que há dentro de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ninguém é autossuficiente de pensamento.