Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

sexta-feira, 15 de março de 2013

ainda sem título

Acordei um tanto abaldo hoje pela manhã. Há uma guria que entrou na minha vida há um certo tempo, mas acho que ainda não entrei na vida dela. Certa vez ouvi o seu nome, mas já não me recordo. Ouvi dizer que a cada vez que aprendemos algo novo é retirada de nossa memória algo antigo. Esqueci o nome dela. 
De vez em quando esbarro com ela no ônibus ou em um bloco de carnaval. Seus cabelos são escuros. Possui uma mecha loira. Seus olhos encantados e sua forma ferina. Não sei o nome dela, mas ela também não sabe o meu.
Fale comigo da próxima vez. Apenas me olhe, se possível. Me dê um sorriso pra eu dormir feliz, guria. Diga-me seu nome pra eu colocar no título dos poemas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ninguém é autossuficiente de pensamento.