Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Flora

Maria, que sangue é esse que te escorre da boca?
Mesmo de distâncias, parece me mostrar o teu penar.
Que cartas tu tens para blefar desse jeito?
Finges que não me vê. Parece não notar.
Um dia ainda paro de escrever poemas
pra beijar tua boca insólita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ninguém é autossuficiente de pensamento.