Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

sábado, 28 de setembro de 2013

mutreta

teus cabelos já não são mais os mesmos
tua boca já não quer me calar
te perdestes entre as pinturas dos teus medos
tua boca nunca mais me calará

sofia, aonde está teu corpo?
sofia, te mataram com palavras?

Tuas ideias já não me constroem
e teus gritos não me fazem sorrir
toco essas notas pra ti
mas teu corpo, onde estará?

sofia, a água do mar está vermelha.
sofia, onde está o teu navio?

Minha loucura sempre viveu na tua sanidade.
O teatro dos deuses já não satisfazem
Minha identidade já não é a mesma.
O tempo antigo sempre será antigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ninguém é autossuficiente de pensamento.