Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Dois rios

"todo escritor, na sua essência, é um mentiroso"

De tão errado
o meu tempo
ficou certo.
Sob o meu atraso
fiz o distante
virar perto.

como uma música
que se canta em outro
idioma.
como uma casa rústica,
presa sobre a promessa
de um esteoma.

Dos mares só conheço atlântico.
Dos teus sorrisos só conheço o meu.
Do mundo adverso e por vezes satânico
Finito é o meu rio
que começa em mim
e deságua no teu.

Um comentário:

Ninguém é autossuficiente de pensamento.