Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

sexta-feira, 2 de maio de 2014

escape

Eu não queria que você fosse o outro lado.

Ser uma ilha
e não saber
nadar.
você
é mais uma
dessas coisas
que eu perdi.
o ônibus,
os fones.
o tempo.
a efemeridade
da vida.

ser escravo
de memórias.
ser operário
do passado.
Maquinista
dos meus erros.
Conselheiro
do infinito.
Morto.
morto, por vezes.
suicidado por você.

e na ironia do destino,
você ainda me deve.
finge a indiferença
que me mata e me ganha.

hahaha

sou apaixonado
pelas diversas formas
belíssimas
que tu arranjastes
pra me matar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ninguém é autossuficiente de pensamento.