Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

domingo, 4 de dezembro de 2016

Dias de verão que se desmancham no suor da sua camisa
A luta que desata o nó da sua garganta em um choro baixinho é a mesma que torna o nó dos seus dedos mais fortes
O sono perdido para um sonho pesado não vai te deixar calado
Grite por amor, grite por alívio
A dor te faz sentir mais vivo

Luiza Medeiros

Um comentário:

Ninguém é autossuficiente de pensamento.