Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

domingo, 25 de dezembro de 2011

Eu não vou fazer um texto natalino.

O natal é uma data capitalista. Isso é fato. 
Eu passei o natal conversando com um amigo no msn. Mas, num certo momento, esse fez o favor de sair para também comemorar a gloriosa ceia natalina. Então eu fui jogar poquêr num site muito legal que eu encontrei na net. 

Eu não sou menos nem mais por esse fato. Mas ao invés das pessoas desejarem "feliz natal, boas festas e muita paz" com  extrema sinceridade falsa, é preferível que se deseje, durante o ano todo, todos os dias, um simples "bom dia" ou "boa tarde" para alguém na rua, mesmo que seja alguém que você não conheça, mesmo que a pessoa não responda. Acredite, com um simples ato desse você está fazendo do mundo um lugar melhor. 

E se você ainda não percebeu, no natal você polui mais, no natal você gasta mais, você fode mais e ainda contribui para o trabalho escravo no qual as criancinhas do México são submetidas. Então pense bem antes de desejar um "feliz natal", pois nem tudo é tão feliz assim.


PROCUREM POR UM VÍDEO CHAMADO "A HISTÓRIA DAS COISAS" NO YOUTUBE.

Um comentário:

  1. muitas pessoas estranhavam que eu penssasse assim. não sei, me parece que o peso das tradições é muito grande para que elas olhem criticamente para a celebração. mas fiquei feliz ao ver outra pessoa que pensa dessa maneira.

    enfim, um beijo, e até a próxima

    ResponderExcluir

Ninguém é autossuficiente de pensamento.