Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

sábado, 8 de setembro de 2012

Notícias do mundo vazio (versão poética)


 Ao Sr. Reticente, dono de toda a paciência e compreensão. Dono do magnífico personagem que me conquista a cada linha.

"
-Sabia que "fé" significa acreditar em algo que não se vê, não se toca, não se ouve?
-Não
-Pois é.
-Deixe-me ver se há alguma nota no meu celular...Geralmente eu escrevo uns rascunhos de poesia aqui.
-...
-Não há.
-Não há notas no meu celular
-Não há notas em meus cadernos antigos que ainda me espiam pelas brechas do tempo. Não há heróis.
-Sem armas...
-Nem sacrifícios.
-...
-Acredito em Deus.
-...
-Se há uma coisa que tenho, esta coisa é a fé.
-...
-Ando te devendo, não?
-Finjo que não percebo. Fale-me agora.
-É... Hum... Deixe-me ver...

O mundo anda vazio, por eu achar que não tenho gente comigo. Sinto que estou a distância entre eu e ela aumenta, mesmo ela estando perto de mim. Sinto que a distância entre eu e a vitória se encurta, mesmo com o vazio de meu mundo. Ela fincou seu lar em mim. Sinto que a outra menina se afasta de mim, sem motivos aparentes, a não ser a mudança de humor e hábitos casual dela.
Como você disse, são muitas mulheres que me cercam. Elas parecem querer me devorar a cada hora que se passa.
Por falar nisso, as horas têm passado muito pouco no mundo real. Tenho me perdido em meio aos jogos que esse mundo virtual me dá. Tenho me esquecido de me ajudar. Uma delas disse-me que me preocupo demais tentando ajudar os outros e esqueço de ajudar-me. Sei que é verdade. Ela sempre está certa com seus conselhos e opiniões. Me parece boa a atitude de deixar as coisas acontecerem sozinhas.
A vida por aqui anda corriqueira, com gosto de porto salgado.
Com cara de filme antigo melancólico que não passa mais nas salas de cinema da cidade.
Não há mais salas de cinema.
Para mim, resta apenas as reticências de meu próprio pensamento e a fragilidade de minhas conclusões.
-...
-Ah, ia me esquecendo que resta-me também a procrastinação em escrever cartas com mais fatos e menos poesias.
-Concordo discordando.
-Depois te explico tudo melhor. Não sei quando.
- A gente nunca sabe.   "

Direcionado para somente uma pessoa, mas é o que tem pra hoje. (:

João Guimarães







Um comentário:

Ninguém é autossuficiente de pensamento.