Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Umbilical III

Ponho-me neutro em meio ao mundo
sem ver ao longe qualquer imagem de mim
possuo uma visão turva que não me pertence
e o que sou eu nesse mundo colosso?
Meus ossos se foram com os poemas
se enterraram com Drummond e Neruda

Sou um homem infiltrado incorretamente
num globo de vidro que não tem nome
ela brinca com o mundo
Eu apenas desabo

Um comentário:

  1. Espatifou-se um mundo ou sua densidade permite-lhe rolar pelo chão em busca de outras mãos para lhe segurar?

    Ou quem sabe, desabado no chão, quebrou-se a prisão - o mundo de vidro - do homem sem ossos, que agora deverá tomar partido no mundo?

    Estou tão perguntas esses dias!!!

    ResponderExcluir

Ninguém é autossuficiente de pensamento.