Páginas

Quem sou eu

Minha foto
Sou um mensageiro. E por muitas vezes sou também a mensagem.

domingo, 9 de dezembro de 2012

meiahora

Há um abismo.
Eu sei que há um abismo.
Não abra a porta do meu quarto bagunçado
se for apenas para me dizer que há um abismo.
Abra a porta para dar-me um beijo.
Para assassinar-me friamente.
Para explodir uma bomba de hidrogênio.

Traga alguns grãos de areia
para tentar diminuir o abismo,
pois eu já sei que há um.

Não há estrada que minhas pernas não corram.

2 comentários:

  1. Abismo é a palavra dos últimos dias...

    ResponderExcluir
  2. Eu queria lhe dar um beijo.
    E queria assassinar algumas pessoas friamente. Depois me tranquilizaria em admirar seus copos desfalecidos.

    E sabes para nde tanto corres?
    Ou do que corres para tão longe ir?

    ResponderExcluir

Ninguém é autossuficiente de pensamento.